• EFCT Cursos

Como calcular saídas de emergência?

A saída de emergência é um dos componentes mais importantes em um projeto de combate a incêndio. Vamos aprender como calculá-la.

Imagem de um saída de emergência

A saída de emergência permite que todos os presentes em uma construção em chamas saiam em segurança.


Além disso, ela também é responsável por permitir o fácil acesso do auxílio externo (bombeiros) que combate o fogo e ajuda na retirada das pessoas.


A execução das saídas de emergência é regida pela NBR 9077/2003.


No entanto, é importante ressaltar que cada estado da federação possui uma regulamentação própria e que deve ser utilizada junto com a norma nacional.


Antes da saída de emergência ficar da forma que conhecemos, é preciso que o engenheiro civil passe por diversas etapas.


Como calcular saídas de emergência?


Para explicarmos como é realizado esse procedimento, até a parte do cálculo da saída, dividiremos ele em 3 partes:

  • Classificação;

  • Cálculo da população;

  • Dimensionamento das saídas de emergência – largura das saídas;

Classificação


O primeiro passo para calcular as saídas de emergência de uma construção é classificá-la levando em conta a sua ocupação, altura, dimensões em planta e as características construtivas.


Para isso, é necessário consultar as tabelas de classificação da NBR.


Nós já publicamos um texto exemplificando esse processo, onde você poderá achar as tabelas de classificação.


Cálculo da população


É a partir do cálculo da população que as saídas de emergência são dimensionadas.


Para isso, é preciso considerar as classificações estabelecidas anteriormente e analisar a tabela 8.3 da IT 11, que apresenta os coeficientes de capacidade de unidade de passagem.




Dimensionamento das saídas de emergência – Largura das saídas


A largura das saídas é definida a partir da quantidade de pessoas que irão transitar por elas.


Para isso, é necessário analisar alguns critérios:

  • Os corredores são dimensionados em função dos pavimentos que sirvam à população;

  • As escadas, rampas e descargas são definidas a partir do pavimento que comporta o maior número de pessoas, determinando as larguras mínimas para os outros pavimentos, considerando o sentido de saída.

A fórmula que estabelece a largura das saídas (corredores, escadas, descargas e outros) é:


N = P/C

Onde:


N: número de unidades de passagem;

P: população, conforme o coeficiente da tabela acima; C: capacidade da unidade de passagem, conforme a tabela acima.


Nota:

  • A largura mínima de uma passagem é 0,55m;

  • C = número de pessoas que passa por uma unidade em 1 minuto;

  • A largura mínima da saída é a multiplicação do N por 0,55m;

  • No cálculo da largura das saídas, deve ser atendida a metragem total da soma das larguras, quando houver mais de uma saída, aceitando-se o que for múltiplo de 0,55;