• EFCT Cursos

Sistema de sprinklers: o que é e qual a sua importância?

Atualizado: há 7 dias

Se você trabalha na área de combate a incêndio, com certeza já ouviu falar do sistema de sprinklers, um dos mais eficazes no setor.


O sistema de sprinklers tem se provado bastante eficaz para a redução de prejuízos e para a preservação da vida.


Incêndios podem ser iniciados pelos mais diversos motivos, como problemas na fiação, ponta de cigarro e instalações elétricas.


Com certeza você conhece ou já ouviu falar de um incêndio muito marcante que aconteceu na Boate Kiss em janeiro de 2013.


Sem dúvidas um evento como esse deixa milhares de marcas, medos e perguntas.


Quando ocorre tragédias como essa, as pessoas começam a se perguntar a que poderia ter combatido o fogo de forma mais rápida?


O sistema de sprinklers, por agir de forma rápida e certeira, certamente seria uma ferramenta de extrema utilidade nessa situação, apaziguando os impactos do triste acontecimento.


O que é o sistema de sprinklers?


Regido pela NBR 10.897 e a NBR 13.792, o sistema de sprinklers é um conjunto de pequenos chuveiros hidráulicos automáticos que se conectam em um sistema de bombeamento de água, prontos para agir na mínima chance de incêndio.


Ele opera com a tubulação cheia de água e com uma rede permanentemente pressurizada, e com seu bico, que atua como ejetor. Ele também tem a função de detectar o fogo ou a fumaça.


O bico dispõe de uma ampola (ou bulbo) de vidro, este possui um líquido que se expande devido ao aumento da temperatura, com isso a vidraria se rompe liberando água por toda a área afetada.


É um sistema composto por um reservatório de água (que possui uma reserva própria), tubulações adutoras e uma estação de bombas.


Quando o sistema de sprinklers é necessário?


Apesar de existir uma Norma Brasileira (a NBR 10.897) para os chuveiros automáticos, é o Corpo de Bombeiros de cada estado que estabelece quando os sprinklers são obrigatórios ou não.


Segue abaixo alguns exemplos de legislações para o dimensionamento desse sistema para alguns estados:

  • IT23/11 – São Paulo (ênfase no item 5.8)

  • IT18 – Minas Gerais;

  • NPT023 – Paraná.

Além desse sistema poder ser exigido em construções que não possuem a compartimentação vertical e/ou horizontal, é indicado a instalação desse complexo em certas localidades, como:

  • Prédios altos de escritórios;

  • Bancos;

  • Shoppings;

  • Garagens;

  • Almoxarifados;

  • Indústrias;

  • Entre outras grandes construções.

É importante ressaltar que cada tipo de edificação, caso venha adquirir o sistema de sprinklers, deve haver uma forma diferente de dimensionamento.


Quais são os tipos de sistemas de sprinklers de água?


Existem 5 tipos de sistemas, são eles:

  • O sistema de tubulação molhada: o mais utilizado no Brasil. Possui uma rede de tubulação permanente cheia de água e sob pressão. Nele, os chuveiros automáticos detectam o incêndio e descarrega a água quando acionados pelo calor:



  • O sistema de tubulação seca: nesse sistema, há uma demora entre a abertura do chuveiro e a descarga da água, dessa forma, o incêndio se espalha fazendo com que mais chuveiros se abram:


  • Sistema de ação prévia: nesse sistema a válvula é aberta com maior rapidez (o detector é mais sensível do que o chuveiro), o seu sistema de detecção aciona um alarme quando a válvula é aberta. Como a água é lançada ao fogo no momento em que o chuveiro é aberto, os danos do fogo e da água são menores;

  • Sistema dilúvio: É bem parecido com o sistema de ação prévia, no entanto, seus chuveiros ficam abertos o tempo todo;

  • Sistema combinado de tubulação seca e ação prévia: esse sistema contém uma tubulação seca com ar comprimido, juntamente com um sistema de detecção conectado a uma válvula de tubo seco.

Qual é a importância do sistema dos chuveiros automáticos para o combate a incêndio?


Sem dúvidas o diferencial desse sistema é que ele atinge o foco do incêndio de maneira instantânea e ainda faz soar um alarme, conhecido como gongo hidráulico.


Isso faz com que os riscos tanto para os presentes na edificação quanto para a própria construção diminuam.


Além disso, para que o sistema de sprinklers entre em ação, a interferência humana é desnecessária.


Em outras palavras, esse sistema oferece maior segurança aos habitantes da localidade pela sua rapidez e por não exigir que ninguém o manuseie para que a extinção do fogo ocorra.


Nesse vídeo você poderá ver um teste realizado com o sistema de chuveiros automáticos.

26 visualizações0 comentário

© 2019 by EFCT Cursos e Treinamentos. 

Para notícias e atualizações, assine nossa newsletter hoje

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon